Questão 19 Comentada – CRC 2019.2

Publicado por

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão:

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

Em relação ao sistema de acumulação de custos por ordem de produção (custeio de ordens e de encomendas), analise as afirmativas a seguir.

I. Sua escolha para uso em uma empresa está atrelada à forma de a mesma trabalhar e à conveniência contábil-administrativa.

II. Os custos são acumulados em contas representativas das diferentes linhas de produção.

III. O conceito de equivalência de produção é muito importante para a sua correta aplicação.

IV. Não pode ser empregado com o custeio por absorção.

Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

A) I. B) I e II. C) II e III. D) II, III e IV.

Comentários:

Temos primeiro, de saber a diferença entre produção por ordem e produção contínua.

Produção por ordem

Ocorre quando a empresa produz atendendo a encomendas dos clientes ou, então, produz também para venda posterior, mas de acordo com determinações internas especiais, não de forma contínua.

Exemplo: Indústrias pesadas, fabricantes de equipamentos especiais, algumas indústrias de móveis, empresas de construção civil, gráficas (quando produz especificamente para determinado cliente).

Produção Contínua

Ocorre quando a empresa fabrica produtos iguais de forma contínua.

Exemplo: Produção de refrigerantes, sabão em pó, margarina, etc.                  

Agora vamos para a questão.

De acordo com Eliseu Martins, na produção por ordem, os custos são acumulados em contas específicas de cada ordem ou encomenda, sendo que tal conta só para de receber custos quanto a encomenda for encerrada. Esse autor apresenta a produção por ordem em contraposição à produção contínua.

I. Sua escolha para uso em uma empresa está atrelada à forma de a mesma trabalhar e à conveniência contábil administrativa.

Correto. Segundo Eliseu Martins, a forma de a empresa trabalhar e a conveniência contábil-administrativa são dois fatores que devem ser considerados na avaliação da empresa em usar o sistema de acumulação de custos por ordem de produção.

Se uma empresa é fabricante de navios, ela não irá gastar anos para fazer um navio sem que haja demanda para tanto.

Diferentemente, por exemplo, de uma indústria de refrigerantes.

II. Os custos são acumulados em contas representativas das diferentes linhas de produção.

Errado. Segundo Eliseu Martins, tal característica se relaciona à produção contínua. Conforme esse autor, na produção contínua, “os custos são acumulados em contas representativas das diversas linhas de produção; são encerradas essas contas no fim de cada período” (Eliseu Martins, 2019, p. 132).  Tal forma de acumulação de custos é distinta daquela usada na produção por ordem, na qual, de acordo com aquele autor, “os custos são acumulados numa conta específica para cada ordem ou encomenda. Essa conta só para de receber custos quando a ordem for encerrada”

O detalhe sutil aqui é que, na produção por ordem, não há linha de produção. Assim, os custos são armazenados em cada ordem de produção.

III. O conceito de equivalência de produção é muito importante para a sua correta aplicação.

Errado. O conceito de equivalente de produção é muito relevante na produção contínua, ao se empregar o custeio por processo. Na produção por ordem, não há necessidade de se utilizar a equivalência de produção. Você sabe exatamente o custo daquele produto.

IV. Não pode ser empregado com o custeio por absorção.

Errado. Não há inviabilidade do emprego o sistema de acumulação de custos por ordem de produção (custeio de ordens e de encomendas) juntamente com o custeio por absorção.

Gabarito: A.

Resolução Em Vídeo:



Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.