Questão 12 Comentada Exame CFC 2022.2

Olá! Tudo bem?

Hoje, trago para vocês uma questão comentada do Exame de Suficiência 2022.2

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência.

A taxa de reprovação vem girando em torno de 70% a 80%. Por isso, estudar de forma planejada e organizada é essencial.

Se quiser se juntar ao nosso time de milhares de alunos do CFC De A a Z, estamos com matrículas abertas!

E o que você encontrará lá, em nossa assinatura anual, por apenas 12 x R$ 59,90?

Vídeos, livros digitais, mais de 30 horas de provas anteriores comentadas, simulados, fórum de dúvidas, grupo de alunos, semana de revisão de véspera, mapas mentais, planos de estudos e muito mais.

Então, vamos ao que interessa? A nossa questão! Mas, antes, se você quiser, pode aproveitar e fazer o download gratuito da Prova 2022.2 Resolvida através do link abaixo:

Questão resolvida:

Duas sociedades empresárias – empresa A e empresa B – realizaram uma operação conjunta no ano de X2. Essa operação se referiu à compra de 80% da empresa B pela empresa A, no valor de R$ 50.000,00. O Balanço Patrimonial das duas empresas, no ano de X1, encontra-se disponibilizado a seguir:

Na data da compra, o valor de mercado do terreno era R$ 20.000,00. Há, também, o valor de mercado da marca da empresa B, que era de R$ 8.000,00. Nesse sentido, considerando exclusivamente tais informações, qual o valor do ágio por expectativa de rentabilidade futura na combinação de negócio (também chamado de goodwill) total contabilizado no Balanço Patrimonial consolidado ao final de X2?

(Considerar que o valor justo da parcela dos não controladores é igual ao do valor pago pelo novo controlador.)

A) R$ 12.500,00

B) R$ 24.500,00

C) R$ 38.000,00

D) R$ 50.000,00

Comentários:

Aqui, temos que encontrar o valor justo dos ativos e passivos. 

Total do ativo = R$ 20.000,00 + 10.000 (adicional do terreno) + 8.000 (marca) = 38.000,00.

Total dos passivos = 0,00.

Quando estamos falando de goodwill consolidado, o cálculo deve ser feito sobre o valor total da empresa e não apenas sobre o valor da controladora. 

Valor pago + participação dos acionistas minoritários – valor justo de ativos e passivos. 

R$ 50.000,00 + participação dos acionistas minoritários – valor justo de ativos e passivos. 

A questão nos diz que é para considerar que o valor justo da parcela dos não controladores é igual ao do valor pago pelo novo controlador.

Então, o que temos de fazer é: 

R$ 50.000,00 80%

Valor justo não controladores 20%

50.000 x 20% = Participação minoritários x 80% 

10.000,00/0,8 = Participação minoritários

Participação minoritários = 12.500,00. 

Voltando aos cálculos: 

Valor pago + participação dos acionistas minoritários – valor justo de ativos e passivos. 

R$ 50.000,00 + 12.500 – 38.000 = R$ 24.500,00 (Goodwill consolidado)

Gabarito 🡪 B. 

Confira o comentário da questão em vídeo:

Marcadores

Deixe Seu Comentário

Artigos Relacionados

Quer receber questões e conteúdos diariamente no seu e-mail?

Cadastre-se gratuitamente na nossa lista de e-mails e fique por dentro de todas as novidades

Posts Relacionados

© 2022 CFC de A a Z. Todos os direitos reservados.