Categorias
Sem categoria

Questão 50 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

No terceiro parágrafo do texto, a coesão textual interparágrafos ocorre por meio do emprego da locução prepositiva “Apesar de” para introdução das ideias e fatos ali apresentados. Acerca da produção de sentido estabelecida pode-se afirmar que, EXCETO:

A) A relação concessiva é corretamente expressa pela locução prepositiva “apesar de”.

B) A informação introduzida pela locução prepositiva “Apesar de “ é identificada, no contexto, como um fato real.

C) A conjunção concessiva “embora” poderia substituir a locução prepositiva em questão mantendo-se a correção semântica.

D) A informação introduzida por “Apesar de”, ou seja, a amplitude global da crise, pode ser vista como uma situação hipotética; já que de acordo com o texto, os impactos da crise não foram sentidos de igual forma entre os países.

Comentários:

O gabarito da questão é a letra d. O próprio texto fala que diversas crises varreram os países em desenvolvimento. Portanto, não há que se falar em um situação hipotética.

Alguns alunos tentaram recorrer desta questão, falando que não se poderia substituir “apesar de” por “embora”. Ocorre que o texto é claro em dizer que não haverá prejuízo da correção semântica, isto é, do significado.

Em momento algum está se falando da correção gramatical.

Eis as justificativas do examinador para manter o gabarito:

O enunciado da questão requeria a alternativa que indicava exceção:

“No terceiro parágrafo do texto, a coesão textual interparágrafos ocorre por meio do emprego da locução prepositiva “Apesar de” para introdução das ideias e fatos ali apresentados. Acerca da produção de sentido estabelecida pode-se afirmar que, EXCETO:”

Assim, a alternativa “C) A conjunção concessiva “embora” poderia substituir a locução prepositiva em questão mantendo-se a correção semântica.” não deveria ser assinalada por não atender ao enunciado.

Como sinônimos para a expressão “apesar de” com o sentido de contrariar uma situação expectável, temos: ainda que, embora, a despeito de, não obstante, mesmo que, independentemente de, sem embargo de, nada obstante, ainda quando, conquanto, se bem que, posto que, malgrado.

Portanto a alternativa C está correta, ou seja, não atende ao enunciado. Em momento algum falou-se em “trocar a locução prepositiva ‘apesar de’ por ‘embora’ sem ajuste na oração.”

A alternativa é clara em afirmar que o “embora” poderia substituir o “apesar de”, fato correto, não há menção de que a estrutura oracional seria mantida ou modificada, a afirmativa é apenas e tão somente em relação à substituição de uma expressão por outra mantendo o significado, as modificações necessárias à oração são matéria para outro tipo de abrangência do assunto.

A alternativa “A) A relação concessiva é corretamente expressa pela locução prepositiva “apesar de”.”, de igual forma, também não poderia ser assinalada por atender ao enunciado. A relação concessiva é correntemente expressa pela locução prepositiva “apesar de “e pela conjunção concessiva “embora, que introduzem sempre uma informação vista como fato real.

Gabarito: D

Categorias
Sem categoria

Questão 49 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

Sabendo-se que o texto deve apresentar uma progressão textual de acordo com as ideias que o enunciador pretende expor e desenvolver, considere a proposição inicial do texto em análise “Crises financeiras são recorrentes no sistema capitalista, que pode ser considerado, como intrinsecamente instável”. Relacionando-a com o restante do texto, assinale a alternativa correta.

A) A partir do recurso estilístico empregado, o enunciado que dá início ao texto tem como principal objetivo promover a refutação acerca dos fatos relatados, inserindo uma ideia totalmente contestável.

B) A partir da proposição inicial é possível reconhecer que o objetivo comunicacional do texto seguirá um viés histórico e objetivo demonstrando seu comprometimento com a realidade sem qualquer tipo de análise subjetiva.

C) No primeiro período do texto, é possível observar que o enunciador recorre a um fato real e à caracterização do sistema capitalista para estabelecer o pressuposto de que os fatos relatados e analisados a seguir não são inusitados diante do contexto em que estão inseridos.

D) O primeiro período do texto apresenta informações que demonstram a causa e efeito das crises financeiras, promovendo uma introdução coerente para as informações e ideias seguintes do primeiro parágrafo que demonstram dados históricos relacionados ao assunto abordado.

Comentários:

Comentemos item a item…

A) A partir do recurso estilístico empregado, o enunciado que dá início ao texto tem como principal objetivo promover a refutação acerca dos fatos relatados, inserindo uma ideia totalmente contestável.

A alternativa não pode ser considerada correta, pois, não há refutação alguma acerca dos fatos relatados. Uma refutação ou objeção, é uma razão que vai contra uma premissa, lema ou conclusão.

A refutação de uma refutação é conhecida como retribuição. Os fatos relatados indicam e confirmam exatamente a ideia inicial: “Crises financeiras são recorrentes no sistema capitalista, que pode ser considerado, como intrinsecamente instável.”

Todo o conteúdo desenvolvido no texto tem por objetivo confirmar, provar que o sistema capitalista é passível de crises financeiras.

B) A partir da proposição inicial é possível reconhecer que o objetivo comunicacional do texto seguirá um viés histórico e objetivo demonstrando seu comprometimento com a realidade sem qualquer tipo de análise subjetiva.

A alternativa b não pode ser considerada correta, pois, afirmar que não haverá qualquer tipo de análise subjetiva é modificar o que realmente ocorre no texto apresentado.

O próprio enunciado dá uma dica: “Sabendo-se que o texto deve apresentar uma progressão textual de acordo com as ideias que o enunciador pretende expor e desenvolver“.

O texto tem uma visão certamente subjetiva, pessoal.

C) No primeiro período do texto, é possível observar que o enunciador recorre a um fato real e à caracterização do sistema capitalista para estabelecer o pressuposto de que os fatos relatados e analisados a seguir não são inusitados diante do contexto em que estão inseridos.

A alternativa c foi considerada correta.

Fato real: A recorrência de crises financeiras; caracterização do sistema capitalista: intrinsecamente instável. Os fatos que se seguem acompanham tal raciocínio, ou seja, a instabilidade pertinente ao sistema capitalista.

D) O primeiro período do texto apresenta informações que demonstram a causa e efeito das crises financeiras, promovendo uma introdução coerente para as informações e ideias seguintes do primeiro parágrafo que demonstram dados históricos relacionados ao assunto abordado.

Este não é o gabarito. Pode-se afirmar que não há demonstração ou indicação da causa e efeito das crises financeiras. A afirmação acerca das crises financeiras é apenas de que são recorrentes, ou seja, ocorrem com certa periodicidade.

Gabarito: C

Categorias
Sem categoria

Questão 46 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

A Cia Opção S/A não constitui Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa. Ao realizar a auditoria da empresa, verificou-se, a partir do aging list, que haviam 550 títulos em atraso, conforme apresentado a seguir:

Considerando que, após as análises realizadas, o prazo médio de recebimento de clientes é de 120 dias, pode-se afirmar que em decorrência do não provisionamento para os créditos de liquidação duvidosa:

A) O ativo se encontra subavaliado em R$ 105.900,00.

B) O ativo se apresenta subavaliado em R$ 68.600,00.

C) O auditor deve recomendar a constituição de PCLD no valor de R$ 52.100,00.

D) O auditor deve recomendar a constituição de PCLD no valor de R$ 50.400,00.

Comentários:

De cara, podemos eliminar as letras A e B. Se determinado valor não foi ajustado, então isso implica dizer que o ativo está superavaliado, e não subavaliado.

O critério adotado pelo examinador merece críticas. Ele simplesmente somou todos os saldos superiores a 120 dias e somou.

Isso implica dizer que você não receberia qualquer crédito daqueles. Está errado. Seria prudente fazer uma estimativa razoável e real da situação.

O que o examinador fez foi somar os itens em vermelho:

O montante total é de R$ 52.100,00, o que dá o gabarito letra c.

Gabarito: C

Categorias
Sem categoria

Questão 33 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

Segundo a NBC TA 230 (R1), Documentação de Auditoria é o registro dos procedimentos de auditoria executados, da evidência de auditoria relevante obtida e conclusões alcançadas pelo auditor (usualmente também é utilizada a expressão “papéis de trabalho”). (Conselho Federal De Contabilidade, NBC TA 230 (R1), item 6)

Ao tratar dos papéis de trabalho, Almeida (2017) e Crepaldi (2016) apontam que estes devem ser organizados conforme sua natureza e finalidade, sendo a forma mais prática mantê-los em pastas apropriadas de acordo com o assunto a que se referem, sendo maneira usual separá-los em pelo menos dois grupos: pasta permanente e pasta corrente.

Observe as informações a seguir.

Levando em consideração as informações, é correto afirmar que o documento representado pela imagem constitui-se em documento de auditoria que deve ser arquivado em:

A) Pasta Corrente.

B) Pasta Permanente.

C) Listas de Verificação.

D) Resumos de Assuntos Significativos.

Comentários:

A NBC 230 TA (R1) trata da responsabilidade do auditor na elaboração da documentação de auditoria, e define:

14. O auditor deve montar a documentação em arquivo de auditoria e completar o processo administrativo de montagem do arquivo final de auditoria tempestivamente após a data do relatório do auditor.

15. Após a montagem do arquivo final de auditoria ter sido completada, o auditor não apaga nem descarta documentação de auditoria de qualquer natureza antes do fim do seu período de guarda dessa documentação.

Na mesma norma, no item Definições:

6. […]

(b) Arquivo de auditoria compreende uma ou mais pastas ou outras formas de armazenamento, em forma física ou eletrônica que contêm os registros que constituem a documentação de trabalho específico.

No enunciado é apresentado, além da definição de documentação de auditoria conforme disposto pela NBC TA 230 (R1), trecho em que são citados aspectos doutrinários sobre a questão: “ […] organizados conforme sua natureza e finalidade, sendo a forma mais prática mantê-los em pastas apropriadas de acordo com o assunto a que se referem, sendo maneira usual separá-los em pelo menos dois grupos: pasta permanente e pasta corrente”.

A questão demonstra um extrato bancário, que se constitui em um documento ou papel de trabalho referente ao exercício auditado e não de importância contínua a ser utilizado em auditorias de próximos exercícios.

O fato da pasta denominar-se corrente não significa que os documentos nela arquivados possam ser descartados antes do período legalmente instituído de 5 anos, sendo a denominação referente ao período em que o mesmo foi utilizado.

Portanto, trata-se de pasta corrente.

Os papeis de trabalho podem ser:

Arquivos Permanentes: Contêm informações úteis para um período de anos.

Arquivos Correntes: São apenas utilizados para cada período coberto pela auditoria.

Gabarito: A

Categorias
Sem categoria

Questão 45 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

A Cia Alfa e a Cia Beta apresentavam os seguintes balanços patrimoniais em 31/12/X0:

Em 01/01/X1, a Cia Alfa adquiriu 90% de participação da Cia Beta por R$ 19.800. Na data, o valor de mercado do terreno é de R$ 12.000 e na negociação foi atribuído um valor de R$ 5.000 para a marca da empresa. Assinale o valor da conta “Participações de não Controladores” no balanço patrimonial consolidado em 01/01/X1 com base na NBC TSP 17 – Demonstrações Contábeis Consolidadas, considerando apenas os dados apresentados.

A) R$ 1.500.

B) R$ 1.700.

C) R$ 1.980.

D) R$ 2.200.

Comentários:

Absurdamente, a banca cobrou uma norma que ainda não está em vigor no Exame CFC 2019.2. A NBC TSP 17 só entra em vigor em 2021. Foram inúmeros recursos contra essa questão, mas deliberadamente a banca não alterou.

A Cia Alfa pagou R$ 19.800 por 90% de participação em Beta.

Mas a participação deve ser avaliada a valor justo.

Vejam que o terreno tem um valor de R$ 10.000,00 e foi avaliado a R$ 12.000,00, ou seja, um ágio de 2.000,00.

Quanto à marca, tem valor de R$ 0,00, e foi avaliada a R$ 5.000,00.

Você está adquirindo 90% de Beta. O valor dos ativos de Beta é 15.000. Portanto, você está adquirindo 15.000 x 90% = R$ 13.500,00.

O valor de mercado será os R$ 15.000 + 5.000 (a mais pelo terreno) + 5.000 (pela marca) = R$ 22.000,00.

Todavia, esse é o valor de mercado para 100%. Estamos adquirindo apenas 90%.

R$ 22.000,00 x 90% = R$ 19.800,00.

Este é exatamente o valor pago. Ou seja, pagamos exatamente o valor de mercado.

Portanto, na consolidação, fica assim:

– Participação dos controladores: R$ 22.000,00 x 90% = R$ 19.800,00.

– Participação dos não controladores: R$ 22.000,00 x 10% = R$ 2.200,00.

Gabarito: D

Categorias
Sem categoria

Questão 44 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

Uma sociedade empresária apresentava o seguinte quadro de participação societária: sócios Alfa – 25%; sócio Beta – 25%; sócio Delta – 40%; sócio Gama – 10%. Em setembro de 2019, os sócios Alfa, Beta e Delta decidiram excluir o sócio Gama da sociedade e, para demonstrar ao mesmo sua parte nos haveres, os demais sócios solicitaram ao contador que elaborasse o Balanço Patrimonial em 30 de setembro de 2019, que apresentou o Patrimônio Líquido com a seguinte composição:

Capital Social – R$ 300.000,00;

Reservas de Lucros – R$ 50.000,00;

Prejuízos Acumulados – R$ 60.000,00.

O sócio Gama questionou judicialmente os valores e, para tanto, foi nomeado um perito contador pelo juiz para a elaboração do Balanço Especial. Examinando a documentação contábil, o perito constatou que:

(a) em 31/12/2018 haviam obrigações e contingências que não haviam sido contabilizadas e geraram uma redução de R$ 12.000,00 no Patrimônio Líquido;

(b) até a data de levantamento do Balanço Especial havia um lucro apurado de R$ 20.000,00.

Considerando as informações, os haveres do Gama em 30/09/2019 correspondem a:

A) R$ 29.000,00.

B) R$ 29.800,00.

C) R$ 32.200,00.

D) R$ 41.800,00.

Comentários:

O Balanço de Determinação ou Balanço Especial é uma demonstração contábil elaborada pelo perito de juízo, para a data do evento que deu início a apuração de haveres em favor de sócio seja retirante, excluído ou herdeiro. Por meio desse demonstrativo o perito contábil busca definir a situação líquida da empresa em determinado momento, para que seja corretamente atribuído ao sócio questionador o montante de haveres que lhe cabe (Ornelas, 2011).

Vamos refazer o balanço:

PL em 30 de setembro de 2019: 300.000 + 50.000 – 60.000 = 290.000,00.

Agora vamos fazer os ajustes:

(a) em 31/12/2018 haviam obrigações e contingências que não haviam sido contabilizadas e geraram uma redução de R$ 12.000,00 no Patrimônio Líquido;

Portanto, aqui iremos reduzir o patrimônio líquido, no valor de R$ 12.000,00.

(b) até a data de levantamento do Balanço Especial havia um lucro apurado de R$ 20.000,00.

Basta somar o lucro até a presente data.

Portanto, vamos fazer os ajustes pertinentes e, posteriormente, multiplicamos por 10%, que é a participação de Gama.

R$ 290.000,00 – 12.000 + 20.000 = R$ 298.000,00 x 10% = R$ 29.800,00.

Gabarito: B

Categorias
Sem categoria

Questão 41 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

NBC PP 01 estabelece critérios inerentes à atuação do contador na condição de perito. São considerados casos de suspeição a que está sujeito o perito do juízo segundo a referida norma, EXCETO:

A) Ser amigo distante de qualquer uma das partes.

B) Ser parceiro, empregador ou empregado de alguma das partes.

C) Ser herdeiro presuntivo ou donatário de alguma das partes ou dos seus cônjuges.

D) Ser devedor ou credor em mora de qualquer das partes, dos seus cônjuges, de parentes destes em linha reta ou em linha colateral até o terceiro grau.

Comentários:

A NBC PP 01, item 16, elenca os casos de suspeição a que o perito do juízo está sujeito:

(a) Ser amigo íntimo de qualquer das partes (A letra a é o nosso gabarito. Amigo distante não há óbice);

(b) Ser inimigo capital de qualquer das partes;

(c) Ser devedor ou credor em mora de qualquer das partes, dos seus cônjuges, de parentes destes em linha reta ou em linha colateral até o terceiro grau (letra d correta) ou entidades das quais esses façam parte de seu quadro societário ou de direção;

(d) Ser herdeiro presuntivo ou donatário de alguma das partes ou dos seus cônjuges (letra c correta);

(e) Ser parceiro, empregador ou empregado de alguma das partes (letra b correta);

(f) Aconselhar, de alguma forma, parte envolvida no litígio acerca do objeto da discussão; e

(g) Houver qualquer interesse no julgamento da causa em favor de alguma das partes.

Gabarito: A

Categorias
Sem categoria

Questão 29 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

Uma empresa que fabrica e vende produtos farmacêuticos apresentou, em 2018, um aumento no fluxo de caixa consumido pela atividade de investimento. Assinale um possível motivo para tal aumento, de acordo com a NBC TSP 12 – Demonstração dos Fluxos de Caixa.

A) Pagamento de impostos e multas.

B) Pagamento de dividendos a seus acionistas.

C) Compra de debêntures emitidas por uma companhia aberta brasileira.

D) Amortização de empréstimos que foram contraídos com instituição financeira.

Comentários:

Vejam que essa questão refere-se a uma empresa que fabrica e vende produtos farmacêuticos. Logo, trata-se de sociedade empresária. Todavia, em seu enunciado, pede a aplicação da NBC TSP 12, que trata do setor público.

Foi certamente um lapso do examinador.

Mas vamos lá! A questão pede o que seja um fluxo de investimento.

Conceito de Atividades Operacionais

Atividades operacionais são as principais atividades geradoras de receita da entidade e outras atividades que não são de investimento e tampouco de financiamento.

Conceito de Atividades de Investimento

Atividades de investimento são as referentes à aquisição e à venda de ativos de longo prazo e de outros investimentos não incluídos nos equivalentes de caixa.

Conceito de Atividades de Financiamento

Atividades de financiamento são aquelas que resultam em mudanças no tamanho e na composição do capital próprio e no capital de terceiros da entidade.

Comentemos item a item…

A) Pagamento de impostos e multas.

Fluxo operacional. Só não será fluxo operacional se puder se claramente identificado com outro fluxo.

B) Pagamento de dividendos a seus acionistas.

Fluxo de financiamento. O pagamento de dividendos segue a seguinte regra:

C) Compra de debêntures emitidas por uma companhia aberta brasileira.

Correto. Quando você está comprando debêntures, está investindo o capital que a empresa possui. Cuidado para não confundir:

Empréstimo

Principal:

Empréstimo contraído: Financiamento

Empréstimo concedido: Investimento

Juros sobre empréstimos: Operacional

D) Amortização de empréstimos que foram contraídos com instituição financeira.

Seguindo a lógica acima, a amortização de empréstimo é fluxo de financiamento.

Gabarito: C

Categorias
Sem categoria

Questão 42 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

O empresário X verifica que os gastos tributários estão apresentando crescimento e solicita ao contador que tente reduzir a sua carga tributária. Diante dessa situação, o contador poderá atender à solicitação do cliente através de:

A) Elisão fiscal.

B) Fraude fiscal.

C) Evasão fiscal.

D) Sonegação fiscal.

Comentários:

A questão apresenta uma situação hipotética, entretanto passível de ocorrência na realidade dos trabalhos contábeis, e tem como escopo avaliar a postura do contador perante uma situação posta em conformidade com o Código de Ética, tendo em vista ser este o instrumento direcionador das ações do profissional.

A única forma passível de concluir a postura do profissional para atender ao cliente é por parte do contador é por meio da elisão fiscal, que decorre do planejamento tributário, portanto lícita. A elisão fiscal pode decorres da própria lei ou por meio de lacunas e brechas decorrentes dela. Para procedimentos corretos, o próprio dispositivo legal permite ou até mesmo induz a economia de tributos, e para lacunas e brechas o contribuinte utiliza-se de elementos que a lei não proíbe ou possibilita para evitar a ocorrência do fato gerador (Zanluca, Planejamento Tributário, 2014).

Fraude, evasão, sonegação são ilícitos tributários e penais previstos em nossa legislação.

Gabarito: A

Categorias
Sem categoria

Questão 39 Comentada CRC 2019.2

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Quer receber TODAS as novidades do Exame CFC 2020? Cadastre-se em nossa Lista de E-mails abaixo!

Deixo, a seguir, uma questão corrigida da Prova do Exame de Suficiência 2019.2.

Como todas as outras realizadas pela Consulplan, foi uma prova bastante complicada e diferente das demais, o que reforça a necessidade de se estudar com muita antecedência, já que não é possível estabelecer um parâmetro para o que cairá na próxima prova.

Lembre-se de que o índice de reprovação tem girado entre 60 e 70%.

Em média, de cada 100 candidatos, apenas 25 a 35 são aprovados.

Por isso, quanto mais você estudar e quanto antes você estudar será certamente MUITO melhor!

Em síntese: você tem que evoluir bastante e estar pronto para uma verdadeira batalha!

Por isso, o CFC De A a Z é um curso que veio para te ajudar.

Além desta prova comentada, há teoria, vídeos completos, simulados, acompanhamento completo, aulas inéditas, semana de revisão de véspera e muitas centenas de questões comentadas no curso, todas anteriores do Exame. Tudo isso por um preço que cabe no seu bolso.

Pode ter certeza de que, ao final, você estará muito melhor preparado para realizar a prova do que hoje!

Caso queira conhecer o nosso curso, basta clicar no botão abaixo.  Será um prazer ter você no nosso time.

Um grande abraço.

Prof. Gabriel Rabelo

Auditor Fiscal da SEFAZ RJ

Fundador do CFC De A a Z

Professor para Concursos e Exames há 10 anos

Questão

(Consulplan/Exame CFC/2019.2)

Os seguintes dados amostrais foram obtidos de uma pesquisa que buscou saber o comportamento de determinada ação cotada em bolsa de valores no decorrer de nove pregões.

Considerando apenas os dados amostrais apresentados, é correto afirmar que:

A) A mediana dos preços é igual a R$ 7,50.

B) A variância dos preços é, aproximadamente, R$ 0,30.

C) A média aritmética simples dos preços é igual a R$ 7,00.

D) O desvio-padrão dos preços é, aproximadamente, R$ 0,09.

Comentários:

Considerando apenas os dados amostrais apresentados na questão, é correto afirmar que a mediana dos preços é igual a R$ 7,50, conforme segue:

Para o cálculo da mediana, deve-se ordenar os elementos (preços) e, em seguida, encontrar o elemento (n + 1)/2.  Ficam assim os elementos ordenados: 7,00, 7,00, 7,35, 7,40, 7,50, 7,60, 7,70, 7,75 e 7,80. Ou seja, a mediana é igual a 7,50.

Quanto às demais alternativas:

Gabarito: A